terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Só para constar nos registros por aí,

janeiro me trouxe toda a força que o ano inteiro de 2014 me tirou!

Como sou péssima em seguir dietas, estou numa "ficar forte até quando aguentar", e tenho aguentado bem demais! Já é o quarto dia em que eu fico 18/19 horas só nos líquidos (água, chá sem açúcar ou suco de laranja sem açúcar) e só quando chegou em casa lá pelas 22:00hrs / 22:50hrs é que vou beliscar o miojo da minha irmã.
Sim gente, miojo, eu sei que de longe é a pior coisa para se comer pois a gente incha, tem quase 400kcal, mas é o que meu estômago tem tolerado.
As dores são insuportáveis de noite, pois realmente estou perdendo o hábito (novamente) de não comer nada sólido demais. Sem falar nos barulhos ridículos que meu estômago faz na rua hahaha

Enfim! Parece estar dando certo. Minha barriga aparentemente deu uma murchada, e apesar da indisposição tenho me sentido feliz comigo mesma.

Ontem comprei It - A Coisa, um livro que quero desde sempre (na verdade, desde que meu pai me apresentou o filme em meados de 2003), e ontem eu achei *-*

Bom, acho que é isso. Hoje preciso ir na minha nova empresa fazer exame médico e entregar os últimos documentos que faltavam, então espero que tudo corra bem.

Até mais :*

domingo, 11 de janeiro de 2015

Janeiro, aí vamos nós!

Meio tarde para criar uma postagem sobre as boas-vindas do novo ano, eu sei. Mas eu não resisti e não pude deixar de vir aqui hoje, quando (finalmente) estou feliz e com pressentimentos tão bons.
Desde a última vez em que vim aqui foram eliminados 7kg! Isso é realmente demais para quem estava empacada no mesmo peso a meses, sem exagero.

Bom, eu troquei de emprego (sim, eu estou sempre trocando), paguei a primeira mensalidade da faculdade (o que super significa que agora é pra valer!) e fiz a matrícula para uma academia ali pertinho de onde vou estudar, e pretendo fazer zumba e yoga!
Vou estudar/trabalhar/malhar no mesmo bairro/rua, então tudo será bem tranquilo.

E, ahm, eu fiz uma tatuagem também. Mais uma, na verdade, porque já tinha uma no pulso.


Sim, esse é o tamanho atual do meu corpo quando eu viro de lado. As minhas costelas são incrivelmente saltadas e anormais, enfim.
Eu gostei, sabe? E é um incentivo do caralho pra eu me segurar. Eu realmente quero usar roupas mais "larguinhas" para poder mostrar as costelas. E eu vou conseguir isso!
Não sei se já havia comentado, mas estou no processo para virar ovo-lacto! Já não como carne tem um tempo, e agora quero cortar de vez.
Estou me controlando cada vez melhor, e na quinta-feira passada tive uma experiência que, apesar de dolorosa, me trouxe de volta a nossa realidade.
Passei 21 horas sem comer, e quando umas colegas do escritório me arrastaram para o shopping e me fizeram comer uma esfiha de queijo, o meu estômago se contorceu todo! Resumindo: foi tudo pra fora e fiquei enjoada o resto do dia e o outro também. O meu corpo se acostuma rápido, e eu tenho "facilidade" para ficar de nf, afinal, só de pensar em comer o meu estômago se revira e eu só falto morrer.
Enfim, falei demais hahaha

Espero do fundo do coração que vocês estejam bem, e que a vida tenha sido leve com todas.
2015 é ano de superação, gente! Vamos entrar dezembro muito, muito bem!
Até mais ;*

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Porca.

Não tem mais como mentir pra mim (e pra vocês) dizendo que vou ficar aqui PORQUE EU NUNCA FICO. Eu adoro abandonar as coisas, e o blog é uma delas.
Tão cansativo sempre chorar as mesmas coisas, sempre me xingar das mesmas coisas, argh.

IMC 29
83 Kg

É essa a realidade da vez. Estou em "obesidade leve/sobrepeso". Até a palavra me dá vontade de V-O-M-I-T-A-R.
As coisas só mudam quando a gente far por merecer, e eu não estou fazendo, nem de longe! O menor peso do ano foram agradabilíssimos 74kg, que recuperei em, sei lá, 3 dias?

Tô desgastada da vida, e sou mole demais pra tentar me matar. Na verdade eu acho que não resolveria coisa nenhuma, pois eu voltaria, e seria muuuuito pior! O jeito é aprender a se foder menos nessa vida mesmo, tomar bastante no meu pra ver se dá certo e eu aprendo.

Eu fiquei só no suco de maracujá (sem açúcar) hoje, e tô me sentindo um balão astronômico. Porque não é o que eu como hoje, ou comi ontem, é o que comi a vida toda que está acumulado aqui, nas minhas coxas, na minha barriga, nas minhas COSTAS. É ridículo pensar que tudo que entra pela minha boca para nessa porra de corpo, e eu não faço nada, n-a-d-a para tentar tirar. Nem tenho me dado ao trabalho de vomitar mais.
Só não como, só desmaio o tempo todo, porque me desacostumei, eu me forço aos extremos.

Quando alguém descobrir como retirar 40kg de gordura do corpo em um dia, me avise! Se isso valer uma dor parecida com a de um caminhão passando bem devagar no nosso crânio, eu quero, não me importo!

É tudo irrelevante,
cansei de brincar de menininha-sofrida-da-vida-impossível.

Quero ter orgulho do que eu faço, orgulho do que posso me tornar.

Essas marcas no meu corpo precisam valer a pena, isso tem que fazer sentido algum dia.

Por favor.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Intro.

Essa papo batido de "estou gorda/mal/depressiva/fatiando minhas enormes coxas" enche mais a mim do que a vocês, juro. Então prometo chorar isso para as paredes e não aqui.

Não vou mais prometer que vou voltar sempre, porque eu nunca volto, hahaha. Mas minha cabeça/estômago/alma SEMPRE estarão com vocês, em cada linha de "eu sou uma estúpida/comi demais/não mereço estar aqui".


Estou empregada, sem namorado (o que é realmente muito bom, acreditem, me livrei de um enorme peso), com dinheiro e cheia de planos.
Subi e desci os números desde agosto, a última vez em que estive aqui. Mas prometi a mim mesma que manteria expectativas baixas, então, estou indo bem pois perdi 2kg de sexta-feira pra cá! Vou enumerar os títulos com meu peso daqui pra frente, assim fico me sentindo uma estúpida por perder peso tão devagar, e quem sabe me motivo. Tô cheia de tempo livre e a maconha ainda não bateu, então vou passar no blog de todo mundo pra dar um oi, parabenizar, etc.
 Preciso de um meio mais "leve" pra falar com vocês, apesar de achar que não tem lugar melhor do que aqui, hm.



Ahn, quase me esqueci! Eu voltei pro balé :v
Saio frustrada de lá por saber que eu ainda visto 40 e todas as gurias de lá ficam frouxas num 36, mas fazer o que, né? É bom começar a correr bastante, ano que vem está aí, a faculdade vai voltar oficialmente e eu sinto uma vontade gritante de ser um novo alguém todo dia 01/01. Quem sabe 2015 não é meu ano (e o de vocês). Quem sabe tudo não comece a caminhar na direção que nós queremos.



Fiquem bem, sempre.
Ainda vou gostar de mim como mereço, e vocês também.



Ps: Planos para o final da semana: THC, dieta das frutas e LF de no máximo 200 kcal. Me comprometo a passar aqui no domingo pra contar o resultado!

sábado, 19 de julho de 2014

"Quando eu era uma garota de verdade,

com um pai, uma mãe e uma casa, e sem lâminas brilhantes, o café da manhã era granola com morangos frescos."


Oi, eu não sabia como começar esse texto/pedido de desculpas/volta, então meio que soltei aleatoriamente uma frase do livro Garotas de Vidro que metade do mundo já leu.

Estou bem, consegui voltar para o manequim 42 e estou realmente me esforçando para ser uma boa pessoa. Superei tudo o que vinha chorando pra vocês no post passado, fui me afundando em algumas coisas, escalando poços de outras, mas no geral a vida até que tem caminhado. Arrumei um emprego, mas já quero trocar. Arrumei um namorado, mas ele me deixa tão confusa, e faz com que todas as vezes em que eu penso nas coisas que conversamos, minha cabeça quer explodir e voar para todos os lados, só pra não ter mais que pensar em como sou ingênua/facilmente influenciável.

 Mas e vocês? Senti muita saudade, mas não tinha cara para voltar, mesmo. Agora tudo vai dar certo.

Espero voltar mais vezes.
Preciso de vocês;*

terça-feira, 27 de maio de 2014

Eu espero que a vida seja boa com você.

Te trate bem, te faça entender, de forma doce, que os humanos são monstros.


Passei, mais uma vez, só pra avisar que venho fracassando e não tenho saco pra nada. Postar, pensar, arrumar um jeito de mudar tudo. Tenho tomado chá verde e feito só uma refeição por dia, mas isso só me faz acumular mais e mais gordura, e já estou usando 44 de novo.

Só volto quando for digna de estar aqui, viver aqui.

Que vocês arrumem um bom apoio, que alcancem, rapidamente, suas metas. Esperar é sempre uma bosta. Causa decepção.


quinta-feira, 8 de maio de 2014

ECA.

Quando penso nessa palavra (ou sigla), logo me vem à mente aquela coisa de "eca, uma barata!". É até mais gostoso pensar assim.

Oi. Eu disse que ia sumir, mas a minha criança dorme muito e eu fiquei de bobeira haha Fui na farmácia e enchi meu estoque pra, no mínimo, dois meses. Franol, aspirina, anador, lacto purga, enfim. Vou retomar o ECA amanhã, e quero ver o quanto meu corpo aguenta. Fiz uma vez por três dias, mas passei tão mal que peguei trauma. Fiz tudo errado, claro. Mas agora quero seguir as regras direitinho e ficar mais próxima das casa dos 60.

Sábado tenho a prova oficial da faculdade, lá na Paulista. Não estou ansiosa, e quero só mandar energias positivas pra esse dia, porque preciso que tudo dê certo.

Liguei na empresa que quero trabalhar e perguntei quando seria o treinamento. Ficaram de me retornar mas até agora nada. Um sinal? Talvez. Vou esperar até o dia 15 (que foi o dia oficial que me passaram pro início do treinamento) e então eu vou atrás de outra coisa.

E aí, cês tem feito alguma coisa?

Eu cai na bobeira de retomar o contato com um ex muito antigo, que por sinal é um canalha. Tenho uma queda por quem me joga pra baixo, vai entender. Mas tô indo devagar, não quero problema agora.

E, ahn, vou na Virada Cultural! Quero começar a curtir minha adolescência. PRECISO! Ano que vem faço 20 anos e tudo o que eu tenho feito é estudar, dormir e ficar de cara em casa, argh. Isso era até legal, mas sinto falta de interação humana.

Bom, é isso. Até amanhã, ou sei lá. Cuidem-se!

xx
 

©2009 AIN'T IT FUN? | by TNB