quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Eu adoro andar no abismo;

[...] numa noite viril de perseguição, saltando entre os edifícios.

Jorge Vercillo, pra quem não conhece. Procurem ouvir, supera as expectativas de QUALQUER um.

Mas e aí, como vocês tem passado? Ontem fui me pesar e descobri que mesmo depois de tanta bobeira que andei fazendo, não sai do lugar. Continuo com o mesmo peso, o que tem seu lado bom e seu lado ruim. Fora isso, tudo normal. Tenho lido bastante, tomado muita água e isso cortou minha infecção. Queria ter algo mais relevante pra dizer, mas a vida anda monótona.

O vídeo do cantor, pra quem se interessar: http://www.youtube.com/watch?v=ttbi_BMByOk

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Situando.

Segunda-feira! Dia de colocar as coisas no lugar, trocar os hábitos, esquecer os deslizes do final de semana etc. Semana passada foi BEM complicado, sabe? Eu li e ouvi coisas que me deixaram desolada. Temos esse grupo no whats, e então algumas meninas falam mais do que o necessário. Numa dessas brincadeiras, uma delas acabou dizendo que não "conseguia continuar com isso, e que largaria a Ana", tipo, sério? Isso nunca foi uma escolha, ao menos pra mim. Acho que as pessoas andam encarando certos distúrbios como roupas em uma vitrine. O pior é ver status "Adeus, Ana e Mia", gente isso é sério. Ninguém sai postando "OMG, não posso mais dilacerar os pulsos" no facebook. Isso não é pra se tornar público, isso é uma doença! É uma obsessão. É um impulso que te faz chorar, vomitar e sentir que você é um NADA. Eu tenho momentos em que penso "Eu não seria nada sem essa voz na minha cabeça dizendo: VOCÊ CONSEGUE PASSAR 11 DIAS SEM COMER NADA, VOCÊ QUER FAZER ISSO!" e acabo encarando a "Ana" como uma amiga íntima, mas cara... Não é isso 24hrs. Eu sinto que mais nada faz sentindo.
Enfim, enfim, enfim. Já deve ser o 83274 post sobre esse mesmo assunto, mas aqui é o único lugar onde consigo falar sobre esse assunto.

O final de semana não correu como esperado, mas não vou remoer águas passadas. Essa semana eu começo com tudo! Achei uma tabela interessante, mas pretendo fazer o maior NF da minha vida. Já ouviram falar no ciclo 11? Basicamente, você fica 11 dias sem comer, depois come por um dia, e então repete. Sim, é bem puxado, mas eu PRECISO. Comer tem se tornado uma tortura enorme, eu tenho chorado mais do que como.

Mas e vocês? Não ando acompanhando todo mundo pelo blog, mas daremos um jeito nisso. Não vou mais na entrevista porque não tenho dinheiro. Darei entrada no seguro desemprego e vou pensar um tempinho. Faz bem pra alma.

Ahn, a tal tabela: http://4.bp.blogspot.com/-HXFOO9BBB2E/Ufl12ZMp8gI/AAAAAAAAAHY/RGF_UZj8fig/s1600/996542_446403828791660_1826655647_n.jpg

Cuidem-se!

sábado, 25 de janeiro de 2014

Significado de Dissipar: v.t.d e v.pron. Ocasionar o desaparecimento de;

desaparecer ou desaparecer-se; dispersar-se: o vento dissipou a chuva; a tempestade estava perto de se dissipar. 
Desaparecer no sentido figurado: as dificuldades ainda não se dissiparam; as tristezas dissiparam o amor. 
v.t.d. Gastar dinheiro em demasia; esbanjar: dissipou em duas semanas todo o seu dinheiro.
Figurado. Danificar pelo uso excessivo; estragar: dissipou sua vida e sua saúde bebendo todos os dias. 
(Etm. do latim: dissipare)

É só uma bobagem. Uma coisa que mexeu comigo dois anos atrás, quando resolvi trocar o nome do meu tumblr. 

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Entre o querer e o fazer. 1/58

Eu havia estabelecido uma meta de chegar aos 52kg até maio. Isso deve ter um, dois meses. Até agora não perdi uma grama, ao contrário. E acho que isso resume o começo de 2014, e cada segundo de 2013. Vontades frustradas, falta de empenho e bla bla blá.
Eu sumi, aham. E não fiz nada de construtivo nesse meio tempo, engordei, me senti péssima cada segundo em que estive com os pés na rua. E, ahn, não ganhei a bolsa pra faculdade. Acho que agora tudo o que me resta é achar um emprego e tentar um cursinho, e quem sabe voltar pra São Paulo ou qualquer coisa perto disso. Já devo ter ingerido umas 800kcal hoje. Me sinto inchada, feia e com a auto-estima destroçada, então meio que dá pra entender a falta de assunto.
Mas e vocês, tem passado bem? Eu espero que sim. Quero passar mais tempo aqui e no tumblr porque isso me motiva demais, sério.
Fiquem bem.
 

©2009 AIN'T IT FUN? | by TNB