segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Contagem regressiva.


Comi feito uma porca! Eu nunca havia me desesperado TANTO, e acho que engordei todos os 4kg perdidos na ultima semana.
Argh, mas eu não vou desistir. Agora é fazer caminhada a semana toda e tentar reverter essa situação. No geral, o final de semana foi  bom. Eu adoro ficar com bebês, e o filho da minha ex-madrasta  tem 8 meses, awn.
E como pouca desgraça é bobagem, comi um pacote inteiro de waffer pela manhã e tomei um Yakult. Mas é só! Hoje não vou comer mais nada!

Espero que essa semana corra mais tranquila. Quero chegar nos 70kg antes do dia 15.
Ahn, consegui falar com meu namorado, e acho que agora vai ficar tudo bem.

Força meninas, porque o fim do ano está só começando.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

E lá vamos nós.

Minha ex-madrasta me chamou para passar o final de semana na casa dela. Nós passamos a nos dar muito bem depois que ela saiu da casa do meu pai. Eu não queria ir, porque sei que ela vai me encher de comida e eu não poderei vomitar/usar laxantes nem nada que o valha! Mas, ahn, deixa estar. Segunda eu entro num NF de 48hrs. Não pra compensar o fim de semana, mas apenas pra provar a mim mesma que sou capaz.
O dia no trabalho está estressante, e sinto que minha cabeça vai começar a doer. Estou incomunicável com meu namorado e isso só torna tudo pior ainda. Mas vou tentar aproveitar a companhia da minha meia irmã e do filho da minha ex-madrasta, que, por acaso, é uma gracinha.
Eu não quero ficar distante do blog nesses 3 dias, então farei o possível pra aparecer.
Cuidem-se e não percam a cabeça!

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Hiperatividade!

1kg! Mais 1kg perdido! Estou eufórica desde ontem, mas acordei decidida de que hoje comeria algo "normal". E então fui até a farmácia e bem, 77kg. Eu estava com 81kg a algumas semanas, e então algo aconteceu. Eu tenho certeza de que vocês conhecem essa sensação; o estômago parece borboletar, a cabeça não pensa em nada que não seja "preciso perder cada vez mais!". Estou me sentindo bonita pela primeira vez em meses.
Eu não sei mais se isso realmente me faz mal. Esse sentimento é incrível!

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Você se sente vivo?

Desde pequena eu sempre tive uma coisa muito boba em mim: eu sinto a dor dos outros. A dor de estranhos, a dor dos meus pais, dos meus irmãos, dos meus bichos. A dor de vocês, que se expõem de uma forma tão dolorosa. Eu sinto cada choro, cada dor no estômago, cada ânsia. Cada pedaço de mim corre e vai pra perto de vocês todas as vezes em que algo ruim acontece. E não pense que esse pedaço vai pra ajudar, consolar e dividir a dor. Ele vai pra aumentar. Ele engole tudo o que acha e mastiga, tritura, queima e rasga.
Eu não sei o porque, nem como e quando isso começou. Eu acredito em carma. Talvez esse seja o meu carma.
Eu estou dizendo isso porque li um texto que me fez chorar, me fez lembrar de todas as vezes em que eu quis morrer, de todas as vezes em que tudo o que eu comia me corria por dentro. De tudo o que eu perdi ficando trancada em casa, com medo de sair e ficar exposta a comida. Com medo de ser feia, medo de ser rejeitada, medo dos olhares de desaprovação.
É como se eu nunca tivesse nascido, como se tudo isso fosse apenas uma sombra do que eu joguei fora. Eu nunca vou saber o que é ser uma pessoa que come, vive e sente prazer nas menores coisas. Eu nunca soube viver, nem me comportar como alguém assim.
Eu nunca me senti viva.

sábado, 21 de setembro de 2013

Uma pausa na realidade.

Gostaria que vocês ouvissem isso.

-

Eu tive um dia bem estranho ontem. Me segurei o dia todo durante o expediente de trabalho, mas quando fui pra escola sabia que as coisas sairiam do controle. Eu havia combinado de sair com os meninos para jogarmos videogame e assistirmos filmes, e era óbvio que eu seria forçada a comer alguma coisa, e era óbvio que eu sentiria todo o meu estômago se retorcer durante horas a fio. Mas essa foi a parte boa. Eu consegui controlar a dor me mantendo calma e tentando pensar em outras coisas que não envolvessem aquelas adagas que estavam dentro da minha barriga.
Eu tenho um relacionamento conturbado com algumas pessoas do meu passado, e uma delas voltou. Eu não sei se é a minha baixa auto-estima que me faz correr atrás de pessoas que vão me fazer sentir como um lixo, e que, eu sei, me destroem e nunca me oferecem nada de bom. Mas mesmo assim, eu nunca me escuto.
Enfim, acho que o pior já passou e eu vou ficar bem esse final de semana.
Eu estava conversando com a minha chefe e ela me falou sobre um tal remédio chamada "Sibutramina". Eu fui pesquisar e os feitos do remédio são inacreditáveis, mas tem um porém: É proibido vende-lo sem receita. 
O remédio é bem forte e tem muitos efeitos colaterais, mas eu queria a opinião de vocês. Já tomaram? Conhecem alguém que toma? Não sei se é o momento certo de ir atrás de alguém que me arrume ele, ou deixar de lado essas loucuras.
A minha cabeça, assim como o meu estômago, vai acabar explodindo.

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Sinceras desculpas.

Vai ser um pouco complicado postar na semana por conta do trabalho, mas vou me empenhar. Não tive muito sucesso nas tentativas dessa semana em me controlar, mas o fim de semana está aí, e eu sempre consigo manter as rédeas. Eu agradeço as meninas que comentaram e  espero que a partir de agora eu encontre forças em todo esse apoio que estou recebendo.
Falta muito pouco pra tudo ficar melhor, eu tenho certeza.

domingo, 15 de setembro de 2013

A quem possa interessar.

Falhei.
Mas toda ação está sujeita ao erro, então eu não me frustro e não desisto. Acho que uma próxima tentativa de NF só mês que vem, quando eu estiver realmente habituada. Por enquanto, eu continuo seguindo pequenos LF's durante a semana. Quando estou "lá fora" as coisas se tornam mais fáceis, afinal, ouvir o tempo todo que "logo irei me curar disso e voltarei a comer como uma draga" é sempre um grande impulso.
Foram 4 laxantes em 2 dias. Foram 4 pães e muito suco. Até que, pra quem está começando, não foi tão ruim. Já sinto os efeitos dessa primeira semana, nada que me deixe contente, mas nada que me faça desanimar.
Vai dar tudo certo.

sábado, 14 de setembro de 2013

Apenas checando.

Tive o que chamamos de "compulsão". Dois pães, incontáveis copos de sucos. Não miei, não chorei. Já havia tomado laxante, então apenas esperei. 23:40hrs tudo veio. Dormi com uma certa culpa. Não por ter comido, mas por ter me sentido tão nojenta ao comer.
Eu entrei de cabeça em um mundo que parece não me pertencer. Sonhei coisas ruins, acordei com uma tremenda dor de cabeça e tomei outro laxante.
Hoje começo meu primeiro NF.
Estou confiante, apesar de tudo ao meu redor me dizer "pare, pare, pare!"
Que tudo dê certo, para todas nós.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

A primeira de muitas.

Eu sei, não faz sentido sair criando postagens atrás de postagens, mas é assim que eu funciono: aos poucos. Tomei Lacto Purga a cerca de 2 horas, pois pretendo começar meu primeiro NF amanhã e quero estar "limpa". Sinto meu estômago se contorcer e rasgar cada pedacinho em mim. É realmente para ser assim? Juro que não estou reclamando. Mas é como se cada coisa que sai de mim, levasse tudo. Não só a gordura, mas a culpa por ter comido, a vontade de continuar, literalmente o que eu me tornei.
Que grande passo para quem está apenas começando.
Vou dar um jeito nisso e me distrair. Não posso/quero comer. Comprei 1 leite de soja Ades e 1 suco de abacaxi da mesma marca para que eu passe o final de semana bem.
Que tudo dê certo.

Pra começo de conversa.

Dois dias.
Dois extensos e dolorosos dias. Eu nunca tive um blog, nem nada muito perto disso. Uma vez tive um tumblr que acabou virando um caderno de fotografias. Eu não sei me expressar muito bem, mas acho que a tentativa é válida. Não vejo razões para me esconder, então vamos lá. Larissa, 18 anos, aproximadamente 1,70 de altura, 78kg que me fazem definhar todos os dias. Conheci o que chamam de Ana e Mia a pouquíssimo tempo.
Dois dias. O tempo que levou para que eu sentisse nojo de comida, passasse a vomitar e tomar diuréticos e laxantes. Dois dias. Agora eu me encontro assim, um caco emocional. Estou desmontando.
A jornada vai ser longa daqui em diante.

 

©2009 AIN'T IT FUN? | by TNB